Página Inicial > Livro > Como escrever um livro

Como escrever um livro

Neste artigo pretendo passar um pouco da minha experiência pessoal como autor
respondendo diversas perguntas sobre como selecionar uma editora, o título do livro, os
capítulos e a organização do material, etc.

Tornei-me autor por acaso quando comecei em 1999 a escrever pequenos artigos sobre
ASP. Em seguida, desenvolvi um website com conteúdo para programadores. Regularmente
escrevia e publicava novos artigos. Assim surgia um novo autor de livros de programação de
computadores.

Em 2001 publiquei o meu primeiro livro chamado XML para programadores ASP. Em 2010 foi
lançada a 2ª edição do meu terceiro livro e um 4º livro está a caminho.

Selecionando a editora

O primeiro passo para a publicação de um livro é a seleção da editora. Se você pretende
escrever um livro e não sabe quem pode publicá-lo. Encontre nomes de editoras em lojas
virtuais ou em livrarias físicas. Veja quais editoras publicam livros semelhantes ao que você
pretende publicar.

Ao concluir o livro entre em contato primeiro com as maiores editoras do País. Mas entre em
contato somente com uma editora de cada vez. Contate a editora A, espere a resposta. Se
não houver interesse na publicação do seu livro contate outra editora e espere novamente a
resposta antes de contatar uma terceira editora.

Não mande um e-mail frio, sem conteúdo do tipo: em anexo o meu livro sobre programação.

Crie um e-mail com uma proposta de negócio:

ü Elabore um e-mail com links para livros americanos semelhantes.
ü Se os livros listados estão entre os mais vendidos da amazon.com informe isso no e-

mail.
ü Envia também no mínimo três sugestões de título.
ü Informe o número de páginas do livro, o assunto, o público alvo, etc.
ü Se o livro trata de um assunto técnico fale o que é a tecnologia, quais os benefícios,
etc.

Não mande rascunhos, ou material incompleto. É bem provável que o material seja rejeitado.

É importante enviar o conteúdo com a formatação semelhante à usada pela editora
pretendida. Compre um livro da editora e adapte a formatação do seu conteúdo.

Se o seu livro for rejeitado não se desespere. Tente saber o motivo, mas não abandone o
projeto se você acredita nele. Releia o texto, altere algo, envie para outra editora.

O título do livro

O título é importantíssimo. Por quê? Porque um título que não deixa o leitor curioso em
relação ao conteúdo do livro pode significar vendas fracas.

Por exemplo, o título: “ASP.NET MVC” não diz nada sobre o livro. Mas “ASP.NET MVC 300
dicas” ou “ Como desenvolver um website com ASP.NET MVC “ atrai muito mais a atenção dos
interessados em aprender ASP.NET MVC.

Eu sempre começo meus livros pelo título. Após a definição do assunto defino o título. Assim
posso desenvolver o conteúdo com base no título. Por exemplo, o meu livro chamado “Como
programar com ASP.NET e C#” tem o conteúdo adaptado à proposta do título, ou seja,
realmente você aprende a programar com ASP.NET e C#. Todos os exemplos levam a isso.

Mas se o título fosse apenas ASP.NET 4.0. Eu ficaria com dúvida se deveria abordar conteúdo
das outras versões e também não poderia apresentar exemplos de C#. Ou seja, o título além
de não acrescentar nada ainda iria atrapalhar.

Os capítulos

Após a definição do assunto e do título podemos definir os capítulos do livro.

É bom você criar sua própria lista de capítulos e também pesquisar os capítulos de outros
livros já publicados. Assim você não se esquece de nenhum assunto importante.

Ordene os capítulos de forma coerente. Leve em consideração o conhecimento prévio do
leitor. Se você aborda banco de dados no capítulo 10, não crie exemplos que acessam banco
de dados nos capítulos anteriores.

É importante você dividir as informações de cada tópico em três tipos: informações essências,
importantes e acessórias.

Leve sempre em consideração o que o leitor precisa saber, o conhecimento prévio do leitor
sobre o assunto e a utilização do texto. Além disso, a linguagem e o vocabulário precisam ser
adequados ao leitor. Evite gírias e abreviações no texto.

Ao escrever não se preocupe com os erros de ortografia. Concentre-se no conteúdo. Os erros
serão corrigidos posteriormente.

Escreva num local e horário em que se sinta confortável. Por exemplo, eu escrevo de
madrugada e elaboro e testo os exemplos do livro à tarde.

Levo em média dois a três meses. A editora mais um mês para formatá-lo.

Para criar um livro de TI você não pode demorar um ano para escrevê-lo. O segredo é começar
já na versão beta do produto e depois atualizá-lo quando novas versões forem lançadas. Você
precisa adaptar os capítulos a nova realidade. Lançar um livro desatualizado não vale à pena.

Material na editora

A editora concordou em publicar seu livro, então leia e releia o texto. É fácil o texto ocultar
erros de concordância, ortografia, etc. Por exemplo, não confie em softwares corretores

ortográficos, pois facilmente ignoram palavras semelhantes. Você pode digitar barro em vez de
carro. Para o software corretor ortográfico o texto está correto.

Após enviar o texto para a editora o seu trabalho não terminou. Você receberá e-mails com
dúvidas, solicitações de correções, etc.

Aproveite esse tempo para reler o texto e testar os códigos do livro, se for um livro de
programação. Copie os códigos diretamente do material enviado e execute-os.

Imprima o livro em folha A4. Fica mais fácil ler e encontrar erros.

Divulgação

Ajude a editora na divulgação. Pode ser por intermédio do Twitter, blogs, palestras, anúncios,
escrevendo artigos, crie vídeos falando do livro, etc.

As editoras pagam comissão sobre as vendas. A comissão varia de editora para editora.
Geralmente, 10% sobre o valor de capa.

Conclusão

Escrever um livro é trabalhoso, mas muito gratificante, pois você tem a oportunidade de
ajudar milhares de pessoas a entender uma nova tecnologia, por exemplo.

Fico muito feliz e motivado quando um leitor me envia um e-mail dizendo como o meu livro
o ajudou a conseguir um emprego, ser promovido ou a desenvolver uma aplicação que ele
vendeu para uma grande empresa.
Autor deste artigo
Alfredo Lotar – @AlfredoLotar
Sou programador e autor técnico. Desenvolvo aplicações com ASP.NET, ASP.NET MVC, ASP.NET AJAX, JavaScript, Jquery, XML, XSLT, LINQ, ADO.NET Entity Framework, WCF, WPF, Silverlght, C#, Visual Basic, MySQL e SQL Server. Autor do livro Como Programar com ASP.NET e C# 2ª edição e de outros dois livros. Atualmente, passo a maior parte do tempo desenvolvendo aplicações, escrevendo livros ou artigos, testando códigos, finalizando a obra da minha casa nova e tomando chimarrão.

About these ads
CategoriasLivro Tags:
  1. Ruth Resende
    14/01/2011 às 21:20

    Muito bom o post. Me voltou a vontade de escrever um livro sobre Biztalk.. Seria inedito em portugues. Mas qto tempo vc levou pra escrever o livro? E se demorar mais de ano, e sobre as novas versoes do produtos, novas ferramentas. Vc atualiza o livro? Ou só escreve o que se programou pra escrever qdo definiu os capitulos do livro?

  2. Marcela Mariotti Peres
    14/01/2011 às 21:23

    Muito bom o post. Eu que estou começando com blog, quem sabe já pego as dicas, e começo fazer acontecer! :)

  3. Alfredo Lotar
    16/01/2011 às 14:44

    Levo em média dois à três meses. A editora mais um mês para formatá-lo.

    Para criar um livro de TI você não pode demorar um ano para escrevê-lo. O segredo é começar já na versão beta do produto e depois atualizá-lo quando novas versões forem lançadas. Você precisa adaptar os capítulos a nova realidade. Lançar um livro desatualizado não vale a pena.

    • 24/01/2011 às 17:09

      Concordo Alfredo, inclusive tenho e já li seu livro de ASP.NET e C#. Também sou autor de alguns livros. Uma coisa que me ajuda é ter uma hora fixa para escrever todo dia. Sempre faço cedo, antes de sair, no começo o trabalho para que não rende mas chega uma hora que parece que da um AHA e o livro fica pronto rapidamente. Por isso digo para os novos autores não desanimarem. Precisamos no Brasil de novos autores e de materiais melhores. Acho ruim que o mercado aqui ainda nao absorve livros mais avançados como nos EUA, aqui vemos muito o básico, as editoras nao querem correr risco de lançar um livro para um publico mais restrito. Isso atrapalha muito quem esta aprendendo, tem que buscar livro fora.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: